sexta-feira, 20 de maio de 2011

Daniel Chimp

O Ritmo e a poesia de Daniel Chimp 





Em junho de 2010, quando o single "Preparado" (http://soundcloud.com/danielchimp/danielchimp-preparado/) caiu na rede a rapaziada que pescou a ideia do rapper paraisopolense Daniel Chimp sacou que o fera não estava para brincadeira e trazia nas ideias o conceito do mestre Sabotagem de que o "rap é compromisso" e vinha embalado pela renovação da linguagem do rap encabeçada por Emicida que havia lançado no ano anterior a mixtape "Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe".

A população de Paraisópolis conheceu Chimp em setembro, em plena primavera, no "É Vento na Praça", quando suas rimas e seu flow impressionaram todos aqueles que jamais poderiam imaginar que o rap e suas batidas eletrônicas floresceriam numa cidade sempre marcada por violas, violões e guiatarras. Chimp é precursor do RAP em Paraisópolis, além de mandar bem nas rimas, tem o dom de criar seus próprios beats no computador.

A segunda aparição pública de Daniel Chimp foi no evento "Nóiz por Nóiz". Debaixo de uma chuva torrencial que desabou sobre a cidade da ventania cantou "Nossa Hora", seu segundo single, com raça, paixão e determinação de quem sabe o que quer e tem moral para correr atrás. "Nossa hora" (http://soundcloud.com/danielchimp/daniel-chimp-nossa-hora/) é a composição mais política e contundente de Chimp. "Para você o que é vitória? / Ganhar muitos milhões ou mudar o curso dessa história?".

Em janeiro, Chimp participou do Viagens de Verão, outro evento organizado pelo coletivo Clube do Trem, e mandou suas rimas sob bases criadas no violão pelo seu brother Lander, criando um clima intimista e descontraído para a rapaziada esperta presente ...

Na velocidade dos tempos pós-modernos, sem esperar boa vontade de políticos, gravadoras ou "empresários", Daniel lançou esta semana na net - para quem tem ouvidos para ouvir - "É ELA MEMO!" seu terceiro single que, segundo ele, "aborda um tema mais romântico. Citando, de um jeito descontraído, situações que acontecem no início de uma relação".

Nesse novo trabalho o MC paraisopolense expressa a visão de um camarada apaixonado, que pode ser ele, ela, você ou eu, além de aventurar-se em outras possibilidades poéticas. "É ELA MEMO!" renova um romantismo que anda cada vez mais apagado numa época que o amor pelo dinheiro é maior do que o amor entre os seres humanos ...

Daniel Chimp abriu uma vereda, uma possibilidade e está fazendo história. "Uns vêm pra fazer rima/eu venho para fazer história" já anunciava em "Preparado". Dito e feito!

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

viagens de verão - 30/01 - parte 3 derradeira


Os garotos do "kontato radical" brilharam o sol na praça